Empreendedor: como fazer seu negócio crescer

Se você é um empreendedor, o que pode fazer para ter sucesso com o seu negócio? Descubra em nosso artigo.
Empreendedor: como fazer seu negócio crescer

De acordo com uma pesquisa feita pela Global Entrepreneurship Monitor sobre a taxa de empreendedorismo total (TTE) no Brasil. Os números mostram que 52 milhões de brasileiros, 38% da população, são donos de um negócio. A maioria são jovens na faixa de 18 a 39 anos.

Como estimular o desenvolvimento de um negócio?

Ser um empreendedor é o sonho de muita gente. Porém, há desafios no caminho para o sucesso. Essa realidade foi “desenhada” por estatísticas de um estudo da empresa de consultoria Serasa Experian divulgado em um artigo do site Agência Brasil. De acordo com essa pesquisa, as micro e pequenas empresas lideram os pedidos de falência no primeiro bimestre de 2019.

Mas nem tudo são “espinhos” na vida de um empreendedor individual. Quando algumas ações estratégicas são adotadas, a linha de chegada para o sucesso fica bem mais próxima. Quer ser um empresário de sucesso? Então, confira as dicas que daremos a seguir!

Planeje o seu dia

A falta de planejamento é um dos maiores erros que um empresário pode cometer. Afinal, sem essa prática, a desorganização, a improdutividade e a procrastinação batem na porta da pequena empresa. No entanto, a melhor maneira de criar planos diários e atingir metas é por meio de metodologias comprovadamente eficientes.

Uma delas é o Scrum – método ágil muito utilizado por desenvolvedores de softwares e sistemas – que divide o trabalho em pequenas atividades dentro de um projeto. Sendo assim, são construídos ciclos (sprints) de tarefas e definido o período de tempo para a finalização de cada um deles.

Todo dia, é feita uma verificação sobre o que foi realizado, possíveis impedimentos e as metas prioritárias. De acordo com o livro “Scrum: a arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo”, o autor e criador dessa metodologia, Jeff Sutherland, revela que o Scrum otimiza o tempo e a qualidade do trabalho.

Scrum: How to do twice as much in half the time | Jeff Sutherland | TEDxAix

Outra metodologia incrível para planejamento é a SMART. Esse conceito ajuda o empreendedor individual a definir metas com cinco características importantes:

  • específica (specific);
  • mensurável (measurable);
  • atingível (attainable);
  • relevante (relevant);
  • temporal (time-based).

Vamos exemplificar. Uma meta específica direciona o empresário para o caminho certo. Além disso, para perceber o alcance dos resultados, ela precisa ser mensurável. Para evitar frustrações, o objetivo deve ser atingível, ou seja, fácil de cumprir. Quando a meta é relevante, você percebe claramente os seus benefícios para o negócio. Por fim, um alvo temporal tem um prazo de finalização, evitando assim a procrastinação.

Automatize tarefas

Os recursos oferecidos pela tecnologia são grandes aliados dos empreendedores individuais. Atualmente, existem ferramentas de automação para inúmeros processos que otimizam a rotina de uma pequena empresa. Desse modo, é possível unir eficiência e inovação – uma dupla que leva ao crescimento do negócio.

Entre as tecnologias disponíveis estão os aplicativos para gestão de processos. Um deles é o Trello que permite o desenvolvimento de projetos com tarefas individuais ou colaborativas. Com base no método Kanban, o usuário tem um dashboard funcional com as etapas, andamentos, atribuições e notificações dos prazos das tarefas.

Existem também os aplicativos que funcionam como um software. É o caso do RD Station CRM para gestão de vendas e clientes. Com ele, o usuário gerencia seus contatos, oportunidades de negócios e vendas. Durante a jornada de compra do cliente, o RD Station CRM auxilia na centralização de dados dos contatos e clientes e gera relatórios importantes para a elaboração de metas para o negócio.

Para manter as ideias bem organizadas, o aplicativo Evernote é a solução ideal. As suas funcionalidades auxiliam na gestão de arquivos em listas, cadernos e outras categorias. Sendo assim, tudo fica alocado em pastas e subpastas fáceis de serem localizadas. Além disso, há também notificações para não esquecer de nenhuma tarefa.

Faça networking

Em termos simples, networking significa ter contato com outros profissionais. Manter esses vínculos é extremamente importante para o crescimento de uma pequena empresa. Afinal, por meio do networking consegue-se fazer parcerias estratégicas, ampliar a atuação do negócio e alcançar novos clientes.

Para tanto, é necessário criar oportunidades e interagir com outros profissionais. Uma maneira de fazer isso é por visitar eventos da área em que a sua empresa atua e se socializar com as pessoas de negócios. Outra forma é por meio das redes sociais. Embora seja necessário fazer parte de grupos e mídias, o empreendedor individual otimizará o seu networking por investir no marketing pessoal.

Isso significa elaborar estratégias para que a presença digital seja atraente e relevante. Como assim? Por meio de postagens sobre assuntos que interessem profissionais do mercado em que atua, comentários bem direcionados em publicações de blogs importantes ou personalidades do mundo corporativo e a produção de conteúdo personalizado.

Com o tempo, o número de seguidores da sua página na rede social aumentará. Além disso, as postagens terão um número maior de comentários e compartilhamentos. O resultado será um networking robusto e cheio de boas oportunidades.

Adote o benchmarking

Alguns acham que observar as técnicas e boas práticas da concorrência é um crime, uma falta de criatividade e de personalidade. Porém, não estamos falando aqui de copiar, mas de estudar ações eficientes e adaptá-las a realidade do seu negócio. Que mal há nisso? Na verdade, seguimos exemplos de outros desde a infância sem perder a nossa essência individual.

Essa prática de aprender com a concorrência chama-se benchmarking. Quando adotada, o empreendedor individual repara tendências, fica atento as novidades, promove a inovação nos seus processos e no relacionamento com os clientes. Sendo assim, a pequena empresa torna-se mais competitiva e com chances enormes de expansão de negócios. Outros benefícios do benchmarking são:

  • foco nas melhorias dos processos;
  • crescimento sustentável da empresa;
  • estabelecimento de parcerias;
  • adaptação as necessidades do público-alvo.

Enfim, apesar das dificuldades que os pequenos empresários têm no Brasil, há caminhos que contornam os empecilhos e levam ao sucesso. Sendo assim, quando uma microempresa se transforma em uma grande organização, não é fruto do acaso, mas da implantação sistemática de práticas eficientes.

Compartilhe com seus amigos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Deixe seu comentário

COVID-19: Dicas para ajudar seu negócio a atravessar tempos de crise. Saiba mais.

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nosso site, plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a PostSpot a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.