Tendências de Marketing para 2020

2020 vem por aí! Como saber o que o futuro reserva para o marketing? Descubra as tendências da área!

Pois é, chegamos ao último mês de 2019. Consegue acreditar que entraremos na segunda década do século 21? Já reparou o quanto a tecnologia avançou durante esse ano impactando na forma como fazemos o marketing? Mas não fique paranoico nem assustado. Afinal, essas mudanças são como as “ondas do mar”, surfando nelas, você sentirá prazer em vez de medo. Quer ter essa sensação? Então, é melhor conhecer as tendências de marketing para 2020!

Neste artigo, abriremos as cortinas do próximo ano e estenderemos o tapete vermelho para as estrelas do marketing desfilar. Avance para o próximo tópico!

Que venham as tendências de marketing para 2020!

A pesquisa “2020 Global Marketing Trends – Bringing authenticity to our digital age”, produzida pela Deloitte Insights, apontou para um dos principais pilares que sustentam as tendências em marketing para o ano que vem: o propósito. Quando essa prática existe, as empresas alcançam a lealdade e a relevância na vida dos consumidores.

Ainda segundo esse estudo, enquanto decidem com qual marca se relacionará, os clientes observam como a organização trata o seu público-alvo. Caso percebam que o negócio agrega o propósito nos serviços, a escolha está feita! Nos tópicos a seguir, você perceberá que as tendências de marketing para 2020 giram em torno do propósito.

#1. O marketing orientado por dados mostra seu valor

insights-driven marketing ou marketing orientado por dados continua sendo uma aposta inteligente para 2020. Com a ajuda de tecnologias baseadas na inteligência artificial, data analytics, big data e business intelligence, as empresas conseguirão montar um perfil de consumo do seu público-alvo cada vez mais exato.

Isso será possível por meio das interações com clientes nas redes sociais das marcas, plataformas colaborativas, pesquisas de voz, comunidades online, além do histórico de compras. Embora muito já esteja sendo feito pelas empresas, o marketing orientado por dados ainda tem um longo caminho para atingir a excelência.

Algo a ser alcançado é a união da previsão de desejos com a criação de experiências encantadoras para os clientes. Muitas delas surpreenderão os consumidores que nem imaginavam uma interação tão fantástica com a marca.

#2. As pesquisas de voz mostram que os consumidores querem falar

Os consumidores estão descobrindo os benefícios da tecnologia voice search (pesquisa por voz) e as empresas começam a investir pesado no advertising on smart speakers (publicidade em alto-falantes inteligentes; tradução ao pé da letra). Com certeza, o público mais jovem, como as gerações millenium e Z, está fomentando a utilização desse recurso.

Afinal, é muito prático realizar uma pesquisa, solicitar uma refeição ou encontrar um endereço por meio da voz. Essa tendência é um reflexo da elevação do uso dos smartphones pelos consumidores do mundo todo. Por outro lado, as organizações modelam o seu marketing para atender aos apelos do seu público.

Uma das formas é por meio do conceito branded skill que envolve entregar mais do que o cliente pede. Por exemplo, digamos que a solicitação seja uma receita de sorvete. Além disso, a empresa apresenta uma série de outras receitas interessantes, cortesias, promoções e descontos da marca.

#3. Os chatbots fazem sucesso

Eles começaram tímidos há alguns anos. Agora, os chatbots (robôs de interação) são dignos de integrar a lista de tendências em marketing para 2020 e além. Quer uma prova? Segundo uma pesquisa apresentada em um artigo da Retaildiveos chatbots ajudarão as empresas a venderem mais de 112 bilhões de dólares até 2023.

Além disso, as interações com os robozinhos chegarão na margem de 22 bilhões até o fim de 2019. Sim, essa tecnologia tem muito ainda para evoluir. Porém, o avanço do aprendizado das máquinas por meio da inteligência artificial tem permitido que os chatbots atuem em interações mais complexas. Dessa forma, as empresas atendem melhor e mais rápido os seus clientes.

Foi pensando nesse aprimoramento dos chatbots que se criou o marketing conversacional. O principal objetivo é estabelecer uma experiência humanizada com os consumidores, mas sem as limitações impostas pelas falhas de operadores físicos.

Sendo assim, se espera um atendimento rápido e altamente eficiente. Por exemplo, ao dar início a um atendimento, o robô puxa o histórico, faz recomendações e resolve problemas dos clientes. Sem a necessidades de formulários e transferências telefônicas ou virtuais desnecessárias.

#4. Respeitar a privacidade do usuário é importante

Em 2020, entra em vigor a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) visando proteger os direitos e a privacidade dos consumidores virtuais. Sendo assim, para as empresas coletarem, gerenciarem e armazenarem informações, será necessária a autorização dos clientes.

Dessa forma, as organizações precisarão expor com muita clareza a política de privacidade para os usuários que, por sua vez, escolherão o que desejam ou não compartilhar. Isso muda a forma como o marketing é feito, em especial na área de coleta de dados. O lado positivo é que a permissão de um usuário indica a sua atração pelos produtos e serviços do negócio.

#5. O marketing de conteúdo impera soberano

Quem disso que o marketing de conteúdo ficaria congelado na primeira década do século 21? Pelo contrário, essa forma de publicidade mostra que está muito bem e por isso faz parte da nossa lista de tendências para 2020. Porém, o segredo do sucesso não é a publicidade em massa e de baixa qualidade.

Na verdade, uma variedade de formatos, como vídeos, conteúdos interativos, infográficos e textos mais longos, ainda atrairão uma infinidade de admiradores para o blog de uma empresa. Quanto mais o marketing de conteúdo falar a língua do público-alvo, maior será o número de conversões.

Um modelo de conteúdo que caiu no gosto dos usuários da internet é o storytelling. Sem dúvidas, contar uma história que faz com que os clientes se identifiquem com os personagens, é uma “isca” perfeita para atrair a atenção deles.

O interessante é que o engajamento vem tanto por meio do conteúdo escrito quanto do visual. No geral, a regra do marketing de conteúdo para 2020 continuará a mesma: postagens regulares, otimização do textos para os motores de busca (SEO), conteúdos relevantes e direcionados para o público-alvo.

Qual dessas estratégias de marketing sua empresa usará? Como dito, o propósito da marca será o farol que iluminará essa decisão. Se entender o motivo de sua organização existir, as tendências apresentadas serão como pontes que permitirão a aproximação dos consumidores com os seus produtos e serviços.

GOSTOU? COMPARTILHE O ARTIGO!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nosso site, plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a PostSpot a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.